banner divulgue

igreja petencostal soldado de israel - ipsi

sábado, 17 de setembro de 2011

VOLTANDO A ESSENÇIA

O QUE SIGNIFICA SER SACERDOTE FAZENDO AS COISAS COMO JESUS FAZ

fazendo as coisas como Jesus faz

Mzuzu, África, 1996

Nada de cargos especiais—todos somos sacerdotes

O livro de Apocalipse diz que Jesus nos comprou e nos fez um Reino e sacerdotes para servirmos ao nosso Deus (Ap. 5). Se todos vamos ser sacerdotes, vamos ter que saber o que significa ser um sacerdote. Se vamos experimentar o poder de Deus nas nossas vidas, precisamos concordar com o pensamento de Deus para nossas vidas. Jesus disse: “Ide…e estarei com você”. Ele nos ensinou: “Faça a minha vontade…e Eu te darei Vida e Poder”.
O Cristianismo por muitos anos tem diminuído as pessoas. Tem elevado poucos e diminuído a maioria das pessoas. Nos Estados Unidos, Índia, Polônia, Romênia e no Brasil há Cristãos “heróis” e há Cristãos de “segunda classe”. Isso é muito errado. Jesus até disse para os 12 apóstolos, em Mateus 23, não chamarem ninguém de Pai, “mestre”, ou “chefe”. Todos são irmãos e você tem um Pai. Não há “heróis” em Cristianismo Verdadeiro a não ser Jesus. Amém?!

Um sacrifício vivo

Quando Deus quer que sejamos sacerdotes, Ele tem um pensamento em mente. Um sacerdote oferece sacrifícios espirituais para Deus. Você pode fazer isso. Deus quer que façamos isso. Não é para “heróis”. É para todos nós. Um sacrifício espiritual tem muitas partes: uma, como Paulo disse, é oferecer nossos corpos como sacrifício vivo. Deus quer que você seja um sacerdote ao oferecer seu corpo como sacrifício vivo. Jesus quer sua língua, seus olhos e seus ouvidos. Jesus também quer sua mente, suas mãos e seus pés. Você pode oferecer seus membros do corpo como instrumentos de justiça. Ou pode se entregar ao pecado, egoísmo, orgulho, desejos e medo. Mas Jesus quer que ofereçamos a Ele todas as partes do nosso corpo como sacrifício todos os dias e assim seremos sacerdotes. A maioria das pessoas conhece essa primeira parte sobre ser um sacerdote—oferecer seus corpos como sacrifício vivo. A maioria não faz isso, mas a maioria sabe sobre isso. Você vai fazer isso?

Sirva as pessoas eajude uns aos outros a serem mais como Jesus

Outra função ou parte de ser um sacerdote no Velho Testamento, que muitos não conhecem, era servir as pessoas—não só oferecer sacrifícios, mas servir pessoas. Um sacerdote na velha aliança trazia Deus às pessoas. Agora, na Nova Aliança, todos nós somos sacerdotes. Se você for verdadeiramente um seguidor de Jesus, você é um sacerdote. Nós não sentamos e assistimos o sacerdote fazer a obra de Deus. Nós somos sacerdotes. Você crê no seu coração que você é um sacerdote? Então traga Deus às pessoas. Há duas maneiras que você pode trazer Deus às pessoas. Uma maneira é falar para os outros em seu bairro sobre Jesus. Todos precisam ser sacerdotes então todos devem levar Jesus para os vizinhos, amigos e familiares. Amém?
Um sacerdote também traz Jesus para a família de Deus. Nós falamos às pessoas sobre Jesus e como Ele é, mas há uma outra maneira de trazermos Jesus às pessoas. Deixe-me ser bem prático. Se você for um sacerdote, você ajudará os outros a se tornarem mais como Jesus. Se olharmos para uma foto de Jesus em nosso coração e vermos Quem Ele é, e ao olharmos para nossos irmãos e irmãs e vermos que tem uma diferença entre eles e Jesus; como sacerdotes, vivemos para que se tornem iguais a Jesus. Jesus é egoísta? Nossos irmãos e irmãs são egoístas? Você é um sacerdote. Ajude-os. Jesus tem medo? Se você vir um irmão ou irmã que vive amedrontado, ajude-o. Jesus se importa com as crianças pequenas? Ele falou: “Traga as crianças pequenas a mim”? Se você vir um irmão ou irmã que não ama ou não cuida das crianças, ajude-o a mudar! É o que um sacerdote faz. Ajude todos a se tornarem mais como Jesus. Se Jesus fosse casado, será que Jesus estaria com raiva de sua esposa e gritaria com ela? Se Jesus fosse uma esposa, acha que Ele estaria irado ou seria egoísta com seu marido? Você sabe as respostas dessas perguntas. Jesus é Maravilhoso em TUDO!
Vocês são sacerdotes. Precisam ajudar seus irmãos e irmãs a se tornarem mais como Jesus. Isso é muito arriscado. Tem um certo perigo que acompanha. Por quê? Porque alguém pode pensar que você é orgulhoso ou está julgando. Mas não, você está sendo um sacerdote como Deus tem chamado você para ser. Nós não queremos ter orgulho ou ser juízes. Nós queremos ter um amor profundo em nossos corações para com todos. Precisamos implorar que eles mudem para que se tornem mais como Jesus, porque somos sacerdotes de Deus. Cada um de nós é um sacerdote de Deus. Mas temos nossos problemas também. Há coisas, em cada um de nós, que não são exatamente como Jesus é. Se eu creio que você é um sacerdote, preciso ouvi-lo quando vê coisas na minha vida que não são iguais a Jesus. Devo convidar você, como um sacerdote, a ver coisas na minha vida para poder me ajudar. Precisamos ter coragem e amor para ajudar os outros. Temos que ter coragem e humildade para abrir nossa vida para os outros nos ajudarem. Igreja NÃO é um lugar aonde você vai. Igreja é pessoas sendo sacerdotes juntas. Você torna-se Igreja quando cada um ajuda uns aos outros, todos os dias, a se tornar mais como Jesus. Vocês não são Igreja porque vão a algum lugar e escutam. Vocês são Igreja porque se importam profundamente uns com os outros a cada dia. A Igreja é chamada o Corpo de Cristo. Se não ajudarmos uns aos outros a se tornarem mais como Jesus, então não somos parte do Seu Corpo. Precisamos ajudar uns aos outros.
Santo Pai, Deus Todo Poderoso, é nossa oração juntos que Você abra nossos olhos e os dos seus filhos em todo lugar. Santo Deus mostre-nos como ser sacerdotes. Imploramos a Você coragem, ajuda e sabedoria para podermos ser úteis na vida um do outro. Nós Te imploramos humildade e coragem para sermos abertos para os outros terem essa mesma liberdade em nossas vidas. Nós precisamos de Você tanto. Queremos ser Sua Igreja. Queremos derrubar as portas do inferno e amar uns aos outros à maturidade espiritual. Espírito Santo, ajude-nos. Ensine-nos Seus caminhos. Ajude-nos a mudar rapidamente. Nós realmente O amamos muito. Dê-nos a Sua sabedoria. Sabemos que a Sua Casa é construída com Sabedoria e precisamos disso desesperadamente. Amém.

Resolvendo problemas

“Se o seu irmão pecar contra você, vá e, a sós com ele, mostre-lhe o erro. Se ele o ouvir, você ganhou seu irmão. Mas se ele não o ouvir, leve consigo mais um ou dois outros, de modo que qualquer acusação seja confirmada pelo depoimento de duas ou três testemunhas. Se ele se recusar a ouvi-los, conte à igreja; e se ele recusar a ouvir também a igreja, trate-o como pagão ou publicano. Digo-lhes a verdade: Tudo o que vocês ligarem na terra terá sido ligado nos céus, e tudo o que vocês desligarem na terra terá sido desligado no céu. Também lhes digo que se dois de vocês concordarem na terra em qualquer assunto sobre o qual pedirem, isto lhes será feito por meu Pai que está nos céus. Pois onde se reunirem dois ou três em meu nome, ali Eu estou no meio deles” (Mateus 18:15-20).
A maioria das pessoas, quando ouvem o versículo 20, pensa que isso quer dizer que quando a Igreja está junta e estamos alegremente adorando, significa que Jesus está lá. Cantamos louvores a Jesus, nos sentimos bem, sentimos a Sua presença. Mesmo que seja verdade, o versículo 20 não é sobre isso. Esse versículo fala sobre pessoas que estão juntas e Jesus vindo para estar com elas, mas Jesus não está falando sobre adoração, Ele está falando sobre como resolver problemas. Está falado que todos nós somos sacerdotes e ajudamos uns aos outros a serem mais como Ele é, e que vai haver momentos em que precisaremos chegar e falar uns com outros sobre coisas reais. Se você me vê sendo egoísta, você precisa me dizer isso. Se vocês, irmãs, virem a sua irmã fofocar, precisam falar com ela sobre isso. Fofoca é pecado. Fofoca quebra o coração de Deus. É calúnia e fere Jesus. Quando enxergamos que essas coisas são pecados e que machucam Jesus, como sacerdotes e como o corpo de Cristo, precisamos ajudar uns aos outros.
Jesus disse que se há pecado, você precisa “ir e, a sós com ele, mostrar-lhe o erro” (v.15). Não queremos envergonhar ou machucar ninguém, mas em amor, simplesmente queremos que ele se torne mais como Jesus. Se um irmão for egoísta ou fofoqueiro, ele não pode ouvir Deus. Queremos que ele ouça Deus, então, precisamos ajudá-lo. Se for egoísta, ou fofoqueiro, ou maldizente, não consegue amar Deus ou outras pessoas muito bem. Por isso, como sacerdotes, precisamos ir a ele e ajudá-lo a ser mais como Jesus. Precisamos ser muito humildes. Não estamos apontando o dedo e condenando, estamos implorando-lhe, de joelhos, para dar sua vida a Jesus. Queremos tanto que tenha uma amizade com Deus, mas não pode ter essa amizade enquanto tiver pecado no seu coração. Então nosso mestre Jesus disse: Vai até ele e a sós. Não o envergonhe ou humilhe. Ame-o. Mas vai para ele e ajude-o. Você é um sacerdote, precisa ir.

Se dois ou três outros vierem…Jesus também virá!

Jesus nos dá soluções para os problemas se as coisas são difíceis. Se formos para um irmão ou irmã em humildade para tentar ajudá-los e eles disserem: “Hei…não põe seu nariz onde não deve. Eu não quero escutar!”, ou se eles disserem: “Não me julgue! Tire a trave do seu próprio olho.” Jesus nos dá uma solução para esse problema. Há uma possibilidade de que você esteja errado, mas mesmo assim você precisa ir se pensa estar correto. Precisa tentar. Se você tiver medo de tentar, então não pode ser um sacerdote. Para fazer com que Jesus fique contente conosco, precisamos tentar. Às vezes você vai estar errado, mas tudo bem porque você vai aprender com isso também. Jesus fala que se você vai para seu irmão ou irmã e ele(a) não te der ouvidos, então traga dois ou três para tentar ajudar. Isso não é um ensino sobre “disciplina na igreja”. Isso é um ensino sobre como ajudar uns aos outros.
“Pois onde se reunirem dois ou três em meu nome, ali Eu estou no meio deles” (Mateus 18:20).
Você vê a beleza disso?!! Se precisar trazer dois ou três outros para falarem com esse irmão ou irmã, Jesus vem também. Onde dois ou três estão reunidos para fazer Seu trabalho, Jesus vem. Esse versículo não é sobre um culto de adoração. É sobre trabalharmos juntos para ajudar uns aos outros a se tornarem mais como Jesus. Se vamos para um irmão ou irmã e eles não nos dão ouvidos porque não entendem ou não gostam, então trazemos dois ou três outros conosco. Isso é um mandamento de Jesus. Ele não disse que, se não te ouvirem, você pode simplesmente esquecer ou que deve orar sobre isso. Ele disse que, se não te ouvirem, deve trazer outros dois ou três irmãos e irmãs respeitados e Ele virá também. Se viermos em Seu nome para fazer Seu trabalho, Ele virá para ajudar. Ainda continua a dizer que se aquela pessoa ainda não escutar duas ou três testemunhas, então diga à Igreja inteira. Mais uma vez, isso não é sobre “disciplina”. É sobre trazer todos os sacerdotes juntos para ajudarem resolver um problema. Isso é muito, muito bom.
Nosso Jesus é muito, muito sábio. Ele é um Conselheiro Maravilhoso, não é? Jesus disse que se tivermos problemas ao sermos sacerdotes, ao tentarmos ajudar uns aos outros, podemos trazer mais pessoas para ajudarem. Se eu vier para você e pensar que há pecado em sua vida e você não concordar, talvez é porque eu esteja errado. Talvez eu não esteja vendo as coisas corretamente. Quando eu trouxer duas ou três testemunhas, talvez vão me dizer que eu estou errado. Então Jesus ganha e todo mundo cresce! Isso é algo muito especial e que vocês precisam entender se são sacerdotes. Nem sempre isso quer dizer que não haverá dificuldades, mas precisamos ter coragem e amor. Precisamos obedecer a Jesus no que Ele fala sobre o que fazer quando as coisas não vão bem. Se as coisas não correrem bem, precisamos envolver outras pessoas e escutar Jesus juntos. Algumas vezes uma pessoa está correta, às vezes a outra. Às vezes as duas estão corretas e nós não entendemos. Algumas vezes ambas estão erradas. Mas quando obedecemos ao mandamento de Jesus e trazemos dois ou três outros, se estivermos escutando Jesus e realmente nos interessarmos, Jesus vai resolver os nossos problemas e nos ajudar.

Uma ferramenta maravilhosa

O Sumo Sacerdote vai ajudar todos os Seus sacerdotes. Mas terá que ser de Sua maneira e não devemos ser preguiçosos e decidirmos não falar nada. Não devemos ter medo de trazer outros para conversarem sobre isso. E se alguém vem a nós para conversar, vamos estar dispostos a convidar outros dois ou três para conversarem conosco também. Porque amo Jesus e amo a verdade, estou disposto a estar errado. Convidar outros para ajudarem é uma demonstração maravilhosa da sabedoria de Deus. Eu sei que se outros dois ou três vierem, Jesus virá também.
Como sacerdotes, precisamos pensar sobre essas coisas e colocá-las em prática. Isso não é um jogo. Não estamos tentando machucar uns aos outros indo e voltando, falando o tempo todo. Não é sobre ser um policial. Mas é sobre amar uns aos outros o suficiente para tentar ajudar. Onde tem pecado os ouvidos estão tampados para ouvir Deus. Onde tem pecado os olhos estão cegos para ver Deus. Então, como sacerdotes, precisamos ajudar uns aos outros a ouvir e ver Deus ao ajudar remover o pecado.
Jesus nos deu essas ferramentas. Se não pudermos resolver o problema um a um, então Ele nos dá como Sacerdotes a ferramenta de trazer outros para ajudarem a resolver o problema. Isso é verdadeiro até no casamento. Se a minha esposa tiver um problema comigo e não a escuto, eu espero que ela obedeça a Jesus e traga dois ou três outros. Jesus não disse que tudo isso é verdadeiro com exceção do casamento. Ele disse que essas coisas são verdadeiras para todos os que crêem. Essas coisas são verdadeiras para todos os sacerdotes. Se a minha esposa vê pecado em mim e eu não a escuto, ela precisa trazer dois ou três outros. Eu quero que ela faça isso porque eu amo Jesus. É isso que todo mundo quer? Isso é um desafio, não é?

Aceite a dor…para ser curado

Todas às vezes o bisturi vai causar dor. Mas Jesus é o grande Cirurgião e Ele corta o câncer e nos faz sãos e fortes. Isso, que estamos conversando, vai doer um pouco às vezes. Mas se você escutar a Jesus e for humilde e amoroso, Ele vai fazer você bem forte, sábio e sadio. Ele vai curar todas as doenças do seu coração e corpo. Vai colocar um amor profundo no seu coração e dar a você Vida. Você terá Rios de Água Viva fluindo do seu interior e Paz que ultrapassa todo entendimento. Terá Gozo inexpressivo, cheio de Glória. Terá o Poder de uma Vida Indestrutível. Se agir como Jesus age e for um sacerdote, você não será uma pessoa “normal”, mas Cheia do Espírito Santo e de Sabedoria. Mas terá que aceitar o bisturi para cortar o pecado. Fique alegre com a ajuda mesmo quando doer. Essa é a mente de um discípulo de Jesus.
Qualquer pessoa pode assistir a um culto e ouvir palavras. Mas Jesus tem nos chamado para sermos sacerdotes e reis. Paulo repreendeu os cristãos em Corinto quando disse: “Vocês estão agindo como meros homens, como humanos normais”. Mas Deus tem nos chamado para julgarmos até anjos. Ele nos chamou para sermos Cheios de Vida e Glória e Poder como o Seu Filho Jesus. Mas precisamos aceitar o bisturi para cortar o pecado. Precisamos ajudar uns aos outros para que nós e a Igreja possamos experimentar essas coisas que são muito reais. Deus disse: “Me põe a prova e veja”. Obedeçam a Seus caminhos e sejam sacerdotes todos os dias. Sejam sacerdotes nos seus bairros. Ofereçam os seus corpos como sacrifícios vivos, ajudem os outros a serem como Jesus e Deus derramará bênção após bênção nos seus corações.

Venha para dar!!

Há um outro aspecto sobre ser um sacerdote que você precisa entender. Isso é pequeno em comparação com as outras coisas que acabamos de conversar. Você precisa se oferecer como sacrifício vivo e trazer Jesus às outras pessoas, ajudando-as a se tornarem mais como Ele. Mas tem uma parte sobre ser um sacerdote que tem a ver com reuniões ou tempo junto como igreja. Se não estiver oferecendo o seu corpo como sacrifício vivo, amando pessoas no seu bairro e ajudando pessoas a se tornarem mais como Jesus todos os dias, então as reuniões não farão diferença. Mas se estiver fazendo essas coisas como sacerdotes, então existe mais um aspecto sobre ser um sacerdote.
Se Jesus estivesse fisicamente presente agora neste lugar, talvez algumas vezes estaria quieto. Mas a maioria do tempo Jesus teria algo muito importante a dizer. Jesus está presente agora. Se realmente crer que você é um sacerdote porque Deus disse isso pelo sangue de Jesus (não porque se sente digno nem porque se sente sábio e forte), então você precisa ser um sacerdote também nas horas em que os santos estão juntos. Se Jesus vive dentro de você, se foi batizado Nele para dentro de Sua Vida e Espírito, então você também pode ouvir Deus. Como um sacerdote, Jesus pode falar através de você. Você nunca virá para simplesmente ouvir ou só para cantar. Você nunca virá só para orar com todo mundo. Se for um sacerdote, virá para dar. Podemos ler sobre isso no livro de Hebreus.
“E consideremos uns aos outros para nos incentivarmos ao amor e às boas obras. Não deixemos de reunir-nos como igreja, segundo o costume de alguns, mas procuremos encorajar-nos uns aos outros, ainda mais quando vocês vêem que se aproxima o Dia” (Hebreus 10:24-25).
Essa passagem fala sobre quando os santos estão juntos. A primeira parte fala sobre como considerar ajudar uns aos outros a crescerem. “Considere como encorajar uns aos outros ao amor e às boas obras.” Como um sacerdote, eu penso em como posso dar e como você pode dar. Você precisa ter a coragem para dizer o que Jesus quer que seja dito. Não tenha medo de estar errado. Se estiver errado, você pode crescer. Depois a passagem continua: “Não deixemos de reunir-nos”. Precisa estar junto com os santos freqüentemente e “ainda mais quando vocês vêem que se aproxima o Dia,” ao ver Jesus aproximando cada dia mais.

Sem fazer de conta, combinado?

Somente algumas coisas deixou Jesus muito, muito irado. Ele ficou muito irado com hipócritas. Ele se irou com pessoas que faziam de conta que eram alguma coisa quando a realidade dentro delas era outra. Jesus ficou indignado com isso e ainda fica. Não devemos fazer de conta que algo é verdade quando realmente nossos corações estão diferentes. Precisamos conversar sobre isso com nossos irmãos e tentar resolver os problemas aberta e honestamente. Deus disse: “Confesse seus pecados uns aos outros”. Confesse e ore para ser curado. Muitas pessoas estão bem doentes fisicamente ou espiritualmente porque não querem abrir seus corações e confessar seus pecados uns aos outros. Elas têm medo de fazer isso. Mas na Casa de Deus não devemos ter medo porque amamos uns aos outros e queremos ajudar. Não vamos fofocar. Não vamos rejeitar os outros. Vamos ajudar uns aos outros. Por isso podemos confessar nossos pecados livremente. Entristecidos, sim, mas não com medo. Jesus vai nos ajudar e nos purificar. Mas se fazemos de conta que não temos pecado, somos hipócritas e Jesus se ira. Jesus ficou e ainda fica indignado se somos hipócritas. Não queremos Jesus irado conosco, queremos? Então precisamos abrir nossos corações.

Não enterre seu talento

Jesus ficou irado com outro tipo de pessoa também. Ele se irou com o homem que enterrou seu talento. Jesus o chamou de servo mau e o lançou nas trevas. O que estou dizendo para você, sobre ser sacerdote, é, não enterre seu talento. Deus tem dado algo especial na vida de cada um de vocês. Se você é um sacerdote, use aquilo que Deus tem dado a você. O homem na parábola que enterrou seu dinheiro estava com medo. Jesus ficou muito triste com aquele homem por enterrar o seu talento. Jesus não deseja que, quando todos os santos estiverem juntos, você venha só para sentar e assistir. Ele não quer que você enterre o que Ele tem colocado dentro de você. Você é um sacerdote. Tenha coragem, força e fé em Deus para falar por meio do dom que Deus deu a cada um de vocês. Não tenha medo como o homem da parábola.
Considere como vocês podem estimular uns aos outros. Se você é um sacerdote no seu bairro e com outros crentes, se você é um sacerdote no seu corpo, então você também pode ser um sacerdote com os santos quando estão juntos. Você precisa estar disposto a trazer um cântico que é especial para você. Ensine aos outros um cântico que você aprendeu quando estava orando com Jesus pela manhã. Talvez você tenha lido um dos salmos e tenha pedido a Jesus para te dar uma melodia para esse cântico. E depois, como um sacerdote, você traz todos os santos juntos e ensina a eles o cântico que Jesus deu a você. Isso é ser um sacerdote. Você deve estar disposto a fazer isso como um sacerdote. Não enterre seu talento.
Talvez um irmão venha e fale com você sobre um pecado na sua vida e você o escuta e isso traz lágrimas aos seus olhos. Assim como Natã falou com Davi, e ele teve um coração quebrantado. Deus manda um Natã—um irmão—a você que fala sobre um pecado na sua vida e isso quebranta seu coração. Você conversa com Jesus sobre isso e considera vários versículos sobre esse assunto. Aí você traz todos os santos juntos num lugar e fala o que Jesus está ensinando a você. Você lê os versículos que aprendeu, os quais mudaram a sua vida e conta como caiu em pecado e os ensina como não cair em pecado. Você fala as coisas que Deus tem te mostrado. Isso é ser um sacerdote. Vocês são sacerdotes. Tragam as coisas que Deus está fazendo dentro de cada um de vocês e expliquem aos outros irmãos e irmãs. Deus quer todos nós fazendo isso. CADA UM de nós. Vocês estão dispostos?
Então nós nos congregamos em nome de Jesus e escutamos. Mas geralmente Jesus não está quieto por muito tempo. Se as coisas estão quietas por muito tempo, provavelmente há alguém que não está sendo um bom sacerdote. Talvez Jesus quer que você compartilhe um cântico e você fica com medo. Talvez Jesus quer que eu leia uma passagem que foi especial para mim naquela manhã, mas penso: “Não sou bom o suficiente. Não posso fazer isso.” E por causa disso fica quieto um tempo porque Jesus quer me usar, mas eu não estou disposto. Decido enterrar meu talento. Se Jesus estivesse aqui fisicamente, provavelmente não teria tempo quieto prolongado porque tem muito que Jesus gostaria de fazer em cada uma de nossas vidas. Quando somos bons sacerdotes vamos ouvir Jesus e Ele vai usar cada um de nós para falar para todos, se estivermos dispostos. Estamos dispostos? Deixe Jesus usar você.

Ele quer fazer coisas maravilhosas

Você lembra quando Jesus foi a uma cidade específica e queria fazer milagres lá, mas não pôde porque não creram nEle? Deus quer fazer milagres através de cada uma de suas vidas. Mas não poderá se não crermos. Você precisa crer no seu coração que Deus quer usar você. Fale com Jesus sobre essas coisas. Diga a Ele: “Eu creio. Ajude-me na minha falta de fé.” Peça a Jesus para fazer você maleável e humilde. Peça a Jesus a coragem para usar seus dons. Peça a Ele para tirar seu orgulho porque às vezes você vai estar errado. Mas…tudo bem! Podemos ajudar uns aos outros. É melhor estar errado do que enterrar seu talento. Se estiver errado, podemos todos crescer juntos. Mas se enterrar seu talento, Jesus fica irado. Peça a Jesus para ajudá-lo a ser um sacerdote melhor.
Isso não é sobre ter força de vontade. Não é sobre ser um bom preletor. Isso tem a ver com pedir a Jesus para te ajudar. Jesus vive. Ele quer fazer coisas maravilhosas em nossos corações e através dos nossos corações para os outros. Mas, para Ele fazer um milagre, nós precisamos crer. Então, converse com Jesus sobre essas coisas. Não fique só no pensamento e concordando com elas. Ao invés disso, converse com Jesus que é vivo sobre essas coisas e Ele vai ajudar a todos, para a Sua glória.

Peça a eles para viverem como sacerdotes

Ao serem sacerdotes para com seus vizinhos, vocês vão poder ajudá-los a aprender sobre Jesus também. E se fazem parte de um grupo religioso em algum outro lugar, implore a eles para serem sacerdotes onde estão. Implore a eles para usarem seus dons com as pessoas ao seu redor. Não os deixe ir para os seus locais de reunião e só ficarem escutando. Peça para que olhem as vidas dos que estão ao redor e ajude-as a se tornarem mais como Jesus. Se todos em todo lugar fizerem essas coisas, o mundo vai mudar. Isso é muito poderoso! Por quê? Porque estamos deixando Jesus ser Jesus. Se recusarmos a ser sacerdotes, Jesus vai ficar numa caixinha ou apenas num livro. Mas se realmente somos sacerdotes e pedimos a todos os outros que usam o nome de Jesus para serem sacerdotes também, estamos liberando Jesus para ser Jesus em TODO lugar! Nossos bairros irão mudar. Nossas cidades irão mudar. Nossos países e continentes, todos mudarão. Jesus pode ser Jesus quando somos sacerdotes. Amém?
Ao conhecer Jesus melhor nos últimos 10 anos, temos aprendido mais e mais sobre o que uma Igreja realmente é, o que os sacerdotes realmente são e como ser um sacerdote. Quando aprendemos essas coisas, somos levados a situações em que vamos precisar entender o que fazer sobre as denominações. As pessoas nas denominações não são inimigas. Algumas estão lá porque é só isso que conhecem. Se conhecessem mais sobre Jesus, iriam seguir alegremente. Então é muito importante que amemos as pessoas, mesmo nas denominações. Devemos ter muito cuidado para não sermos orgulhosos. Quando Deus dá para nós mendigos um pouco de comida, devemos compartilhar essa comida e não julgar outros por não terem dessa comida. Isso é Jesus—compartilhar toda a comida que Ele nos dá. Não separar por causa de comida, mas oferecer comida.
Essas coisas são muito, muito importantes e devemos tê-las em nossos corações e mentes de maneira clara. Não vamos nos acomodar com as coisas mornas e misturadas nas vidas das pessoas. Mas acreditamos que Jesus edificará Sua Igreja. Ao conhecermos pessoas nas denominações que realmente amam Jesus, talvez não devemos dizer: “Saia daí…cai fora!” Talvez vamos dizer: “Obedeça a Jesus com as pessoas que você conhece”. Vamos ensiná-las os caminhos de Jesus assim como Ele tem nos ensinado. E pedimos que elas ensinem os caminhos de Jesus a todos que conhecem. Agora, se fizerem isso, vão ser expulsa em muitas das denominações. Em muitas das denominações as pessoas não querem obedecer a Deus. Algumas pessoas querem, mas outras não.
Na verdadeira Igreja que Jesus está construindo, TODOS querem obedecer a Deus e TODO MUNDO ama Jesus. Porque todos somos sacerdotes, ajudamos uns aos outros. Se alguém não ama Jesus, eles se afastam.
A profecia da Igreja do Novo Testamento em Jeremias 31 é que “todos me conhecerão, do menor ao maior diz o Senhor”. Na Igreja verdadeira, todos conhecem Jesus. Na maioria das denominações isso não é verdade e existe muita mornidão. As pessoas amam o mundo e vivem em pecado e não mudam. Isso é terrível e triste. Mas também há pessoas nas denominações com um coração bom. Nosso trabalho não é fazer pessoas saírem. O nosso trabalho é ajudá-las a serem sacerdotes onde estão. Se tornarem sacerdotes onde estão, muitas pessoas vão mudar ou serão lançadas fora.

Onde Jesus está…pecado não pode ficar

Quando um irmão ou irmã se torna mais como Jesus dentro duma denominação, ou a denominação irá mudar ou a denominação irá matá-lo(a) ou lançá-lo(a) fora (como fizeram com Jesus). Então não temos medo das denominações. É como uma grande rede de pescar que apanha vários tipos de peixes. Há peixes muito bons na rede e outros não tão bons. O nosso trabalho como sacerdotes é chamar todos os peixes bons para serem sacerdotes onde estão. E as coisas podem mudar lá também.
Nínive mudou? Jonas foi vomitado por um peixe e entrou nessa cidade terrível. Houve muito, muito pecado lá. Mas a cidade inteira voltou-se a Deus, até o Rei. Precisamos crer que Deus pode fazer isso nas denominações. Precisamos crer que Deus pode fazer isso em Mzuzu. Quando temos amigos ou pessoas que conhecemos que estão nas denominações, não vamos pedir para que elas saiam, mas sim pedir que sejam como Jesus com todo o seu coração. Falar a palavra de Deus para todos que se encontram lá. Dar a sua vida e amar as pessoas, não minimizar o pecado e não deixar que os outros o minimizem. Jonas poderia ter sido morto pelas pessoas em Nínive. Ele estava sozinho. Mas eles se arrependeram e mudaram. Assim deve ser o nosso coração para todas as denominações. Vamos ser sacerdotes e ajudar todos a mudarem. Vamos tentar ajudar as pessoas boas que conhecemos nas denominações e pedir para elas serem sacerdotes onde estão para que possam ajudar as pessoas ao seu redor mudarem.
Vamos implorar a Deus com muitas lágrimas para que as denominações mudem. Jesus chorou; Ele derramou lágrimas sobre Jerusalém. Ele disse: “Quantas vezes eu quis reunir vocês como a galinha reúne seus pintinhos”. Mas Jerusalém não quis e O rejeitou. As pessoas O mataram. Se somos sacerdotes fiéis talvez elas nos matem também. Ou talvez a cidade inteira mude. Mas precisamos ser sacerdotes fiéis. Devemos pedir a todos para serem sacerdotes fiéis onde estão. Se tentarem ajudar as pessoas que conhecem, vão ficar mais fortes e talvez serão expulsos. Mas então podem estar com outros cristãos que têm o mesmo coração, uma vez que já tentaram ajudar as pessoas próximas a eles. É isso que um sacerdote faz. Precisamos amar aqueles que estão nas denominações. É isso que Jesus faz. Mas não aceitamos fermento. Precisamos viver para Verdade e pedir a todos nas denominações para também viverem para Verdade. Se todos fizerem isso, então Jesus edificará Sua Igreja.
Essas são as Boas Novas de Jesus. Precisamos viver dessa maneira para outras pessoas na comunidade. Sem misturar quente com frio…mas devemos amá-las e tentar ajudá-las. Não deve haver separação por causa de nomes e denominações. A separação somente deve vir se uma pessoa não quiser obedecer a Jesus. Não vamos saber até que tentamos. O nome da denominação não quer dizer que uma pessoa dentro da denominação seja má e não quer obedecer a Jesus. Não sabemos isso até que tentamos. É assim que devemos viver com as denominações: dar a nossa vida por elas, e fazer tudo para dar o Pão da Vida e pedir que façam a mesma coisa com as pessoas que elas conhecem. E depois vamos observar e ver o que Jesus vai fazer. Jesus disse que se fizermos a nossa parte Ele vai edificar a Sua Igreja e as muralhas do inferno não vão resistir ao ataque. Estamos assolando a cidade de satanás. Estamos escalando as muralhas. Estamos derrubando as portas. Estamos amando as pessoas e trazendo-as da escuridão para a Luz. Não estamos nos separando sobre títulos, mas amando pessoas até a morte. Fazemos o trabalho de um sacerdote e o Senhor irá construir a Sua Igreja!
copiado dia 18/09/2011

UM TIPO DE CRISTO

Um Tipo de Cristo
O altar de incenso nos fala do ministério de Jesus como nosso intercessor, cujas orações em nosso favor, nunca deixam de subir a Deus. Jesus disse à Pedro, "eu orei por você". Os quatro chifres falam do ministério de Cristo que se estende aos quatro cantos da terra. Ele sempre orará pelos seus, não importa onde estão. Ele pode interceder em nosso favor por causa da obra de reconciliação na cruz do Calvário. O incenso era abastecido pelo fogo do altar. Não é qualquer um que ora por nós, mas o Rei, portanto, Ele é representado pela coroa de ouro. Ele conhece nossas fraquezas e nossas falhas, e Ele sempre está intercedendo por nós.
Sl 141:2 " Suba a minha oração perante a tua face como incenso, e as minhas mãos levantadas sejam como o sacrifício da tarde."
Jo 17:9-10 " Eu rogo por eles; não rogo pelo mundo, mas por aqueles que me deste, porque são teus.
10 E todas as minhas coisas são tuas, e as tuas coisas são minhas; e nisso sou glorificado."
Lc 22:31-32 " Disse também o Senhor: Simão, Simão, eis que Satanás vos pediu para vos cirandar como trigo; Mas eu roguei por ti, para que a tua fé não desfaleça; e tu, quando te converteres, confirma teus irmãos."
Jo 17:15 " Não peço que os tires do mundo, mas que os livres do mal."
Hb 7:25 " Portanto, pode também salvar perfeitamente os que por ele se chegam a Deus, vivendo sempre para interceder por eles."
1Jo 2:1 " Meus filhinhos, estas coisas vos escrevo, para que não pequeis; e, se alguém pecar, temos um Advogado para com o Pai, Jesus Cristo, o justo."
Rm 8:26-27 " E da mesma maneira também o Espírito ajuda as nossas fraquezas; porque não sabemos o que havemos de pedir como convém, mas o mesmo Espírito intercede por nós com gemidos inexprimíveis. E aquele que examina os corações sabe qual é a intenção do Espírito; e é ele que segundo Deus intercede pelos santos."
Sl 121:4 " Eis que não tosquenejará nem dormirá o guarda de Israel."
Hb 4:16 " Cheguemos, pois, com confiança ao trono da graça, para que possamos alcançar misericórdia e achar graça, a fim de sermos ajudados em tempo oportuno."
Rm 8:34 " Quem é que condena? Pois é Cristo quem morreu, ou antes quem ressuscitou dentre os mortos, o qual está à direita de Deus, e também intercede por nós."
Atos 6:4 " Mas nós perseveraremos na oração e no ministério da palavra."
Hb 13:15 " Portanto, ofereçamos sempre por ele a Deus sacrifício de louvor, isto é, o fruto dos lábios que confessam o seu nome."
Lc 1:8-10 " E aconteceu que, exercendo ele o sacerdócio diante de Deus, na ordem da sua turma, segundo o costume sacerdotal, coube-lhe em sorte entrar no templo do Senhor para oferecer o incenso.E toda a multidão do povo estava fora, orando, à hora do incenso."
Ap 5:8 " E, havendo tomado o livro, os quatro animais e os vinte e quatro anciãos prostraram-se diante do Cordeiro, tendo todos eles harpas e salvas de ouro cheias de incenso, que são as orações dos santos."
Ap 8:3-4 " E veio outro anjo, e pôs-se junto ao altar, tendo um incensário de ouro; e foi-lhe dado muito incenso, para o pôr com as orações de todos os santos sobre o altar de ouro, que está diante do trono. E a fumaça do incenso subiu com as orações dos santos desde a mão do anjo até diante de Deus."

O ALTAR DOURADO



O altar dourado era usado para queimar o incenso
Se despejado nas brasas, o incenso produzia um delicioso aroma no Santo Lugar. Era a oferta da pessoa cujos pecados tinham sido perdoados através do sangue, e então, foi em expressar esta fragrância de amor, e adorar, em gratidão a Deus.
O Altar Dourado nos fala da adoração de Jesus Cristo e do Seu povo para Deus. Ele é nosso Sumo Sacerdote e mediador. Somente com base do um sacrifício de Jesus no altar da cruz que a adoração é possível. As brasas que acendiam o incenso vieram do altar de sacrifício para o altar de incenso.
Embora o sacerdote queimasse estas especiarias santas no altar por mais de 700 vezes ao um ano, ele saia que nenhum sacerdote a não ser o Sumo Sacerdote poderiam ir além daquele ponto, e apenas no Dia da Expiação.
Lv 16:12 " Tomará também o incensário cheio de brasas de fogo do altar, de diante do SENHOR, e os seus punhos cheios de incenso aromático moído, e o levará para dentro do véu."
- O doce incenso era queimado continuamente.
- Estava antes do véu, do trono de Deus (Jesus por nós)
Em Viagem
Num 4:11 " E sobre o altar de ouro estenderão um pano azul, e com a coberta de peles de texugos, o cobrirão, e lhe colocarão os seus varais."
O Exemplo da intercessão de Moisés:
Nm 16:41-50 " 41 Mas no dia seguinte toda a congregação dos filhos de Israel murmurou contra Moisés e contra Arão, dizendo: Vós matastes o povo do SENHOR. E aconteceu que, ajuntando-se a congregação contra Moisés e Arão, e virando-se para a tenda da congregação, eis que a nuvem a cobriu, e a glória do SENHOR apareceu. Vieram, pois, Moisés e Arão perante a tenda da congregação. Então falou o SENHOR a Moisés, dizendo: Levantai-vos do meio desta congregação, e a consumirei num momento; então se prostraram sobre os seus rostos, e disse Moisés a Arão: Toma o teu incensário, e põe nele fogo do altar, e deita incenso sobre ele, e vai depressa à congregação, e faze expiação por eles; porque grande indignação saiu de diante do SENHOR; já começou a praga. E tomou-o Arão, como Moisés tinha falado, e correu ao meio da congregação; e eis que já a praga havia começado entre o povo; e deitou incenso nele, e fez expiação pelo povo. E estava em pé entre os mortos e os vivos; e cessou a praga. E os que morreram daquela praga foram catorze mil e setecentos, fora os que morreram pela causa de Coré. E voltou Arão a Moisés à porta da tenda da congregação; e cessou a praga."

A TRADIÇAO JUDAICA


A Tradição Judaica
Ainda hoje os judeus usam o puro azeite de oliva (zayit de shemen) para iluminar o menorah no Hanukkah, pois é o melhor óleo encontrado. A palavra shemen é o significado para:
shemen - óleo
mizayit - de azeitonas
nivhar - escolhido
A primeira consoante hebraica de cada palavra se soletra shemen.
Somente o sumo sacerdote poderia trocar o óleo da luminária. Ele era responsável pelo trabalho com as luminárias.
Lv 24:3 " Arão as porá em ordem perante o SENHOR continuamente, desde a tarde até à manhã, fora do véu do testemunho, na tenda da congregação; estatuto perpétuo é pelas vossas gerações."
Todo dia e toda a noite, estas sete luminárias constantemente iluminaram a glória do Santo Lugar e especialmente na mesa dos pães da proposição, como uma lembrança de que Presença de Deus sempre está com o seu povo.

O menorah com sete hastes em uma moeda Hasmoneana.A TRADIÇAO JUDAICA

O CANDELABRO DE OURO


O Candelabro de ouro foi feito de uma peça ouro batido (martelado).
'O Candelabro Dourado' (Ex 25:31-40)
Ex 25:31-40 " Também farás um candelabro de ouro puro; de ouro batido se fará este candelabro; o seu pé, as suas hastes, os seus copos, os seus botões, e as suas flores serão do mesmo. E dos seus lados sairão seis hastes; três hastes do candelabro de um lado dele, e três hastes do outro lado dele. Numa haste haverá três copos a modo de amêndoas, um botão e uma flor; e três copos a modo de amêndoas na outra haste, um botão e uma flor; assim serão as seis hastes que saem do candelabro. Mas no candelabro mesmo haverá quatro copos a modo de amêndoas, com seus botões e com suas flores; e um botão debaixo de duas hastes que saem dele; e ainda um botão debaixo de duas outras hastes que saem dele; e ainda um botão debaixo de duas outras hastes que saem dele; assim se fará com as seis hastes que saem do candelabro. Os seus botões e as suas hastes serão do mesmo; tudo será de uma só peça, obra batida de ouro puro. Também lhe farás sete lâmpadas, as quais se acenderão para iluminar defronte dele. Os seus espevitadores e os seus apagadores serão de ouro puro. De um talento de ouro puro os farás, com todos estes vasos. Atenta, pois, que o faças conforme ao seu modelo, que te foi mostrado no monte."

guerreiros

google PESQUISA

Pesquisa personalizada